Bloco Eduardo e Mônica reúne mais de 12 mil foliões na beira do lago em Brasília

Bloco Eduardo e Mônica reúne mais de 12 mil foliões na beira do lago em Brasília

Diferentes ritmos tomaram conta da festa que durou 14h e lotou o Yurb com clássicos do rock, axé, funk e muita animação no domingo de Carnaval

O bloco Eduardo e Mônica, misto de rock e carnaval que é a cara de Brasília, abriu alas em novo endereço em 2019 e arrastou milhares de foliões para a beira do lago, cartão postal da capital federal. A festa lotou o Yurb e animou o domingo (3) de Carnaval sem incidentes ou confusões no bloquinho. Mais de 12 mil pessoas aproveitaram o show da banda, que levou para o palco clássicos do rock brasiliense em ritmo de folia. Além do grupo, DJ Diogo NK, bateria Nota Show, Peçanha e banda, DJ Maffra, DJ Diogo Mix, Xéu e banda e MC Carioca completaram a trilha sonora da festa. Muita música e dança garantiram a diversão em mais de 14 horas de festa.

O segundo dia de Carnaval teve pouca chuva em Brasília mas, para proteção
nas horas necessárias, os foliões do Eduardo e Mônica contaram com grandes estruturas de tenda. Adultos, jovens e crianças curtiram o evento, que contou com uma área externa montada especialmente para receber os pequenos, com camas elásticas e pula-pula. Além disso, diferentes opções de food-trucks garantiram a alimentação para segurar a energia no bloco.

“A identidade brasiliense do bloquinho logo caiu no gosto popular, ganhando destaque como uma das principais referências carnavalescas da Capital. Juntamos as principais características de Brasília. A música, as pessoas, os lugares”, destaca Meolly, um dos vocalistas do grupo. O bloco, que foi eleito o melhor brasiliense de 2018 pelo júri popular na Internet, mostrou que o Carnaval pode ser multicultural e eclético. O bloquinho é um dos ícones do crescimento carnavalesco em Bras que se consolida com um carnaval de rua impulsionado pela movimentação dos próprios artistas da cidade.

 

Texto – Objetiva Assessoria

Compartilhe em suas redes sociais:

Comentários